Aprenda a construir um jardim japonês no seu lar

 02_

Você não precisa ter origem asiática para construir um jardim japonês na sua casa. Mas, você deve conhecer um pouco da cultura japonesa para montar o mais fiel possível. Os jardins japoneses são voltados para a meditação, e podem ter vários estilos, mas todos têm objetivos em comum: energizar e trazer harmonia para as pessoas através do contato com o ambiente.

A escolha do estilo deve ser o primeiro item a ser levado em conta. Pois, cada um contém características próprias, por exemplo, alguns são para meditação e outros para passear. Outra dica fundamental é que os jardins japoneses geralmente são construídos em espaços grandes e com relevos, mas você pode adaptar. Confira algumas dicas:

– Planeje o local pensando já no tamanho que as plantas irão atingir e também na aparência delas, para decidir se elas ficam melhores em conjunto ou em espaços separados. Este item também é fundamental para saber o tamanho da fonte que você poderá construir.

– Pense se a posição das plantas será a mais ideal. Construa de acordo que o jardim fique o mais natural possível, mas não descuide da aparência do local.

– Tenha uma fonte com água. Essa é a principal característica de um jardim japonês, ou seja, é indispensável.

– Escolha plantas de espécies japonesas como: cerejeiras, bordo japonês, ginkgo biloba, damasco florescente e, principalmente, bonsai.

– Insira rochas e pedras lisas de vários tamanhos, criando níveis de elevação.

– Preencha o local com aspectos culturais como postes de luz pavilhões, caminhos de pedras e cascalho, pagodas (templo) e etc.

– Coloque um banco de preferência com vista para a fonte, para que você possa apreciar o jardim e também resgatar sua conexão com a natureza.

Aproveite essa ideia para dar um novo visual ao seu jardim, e também para agregar mais conhecimento de cultura, sem viajar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CAPTCHA *