Protegendo os bichanos de plantas tóxicas

Protegendo os bichanos de plantas toxicas

Com uma flora tão diversificada e bichos tão curiosos, é preciso tomar alguns cuidados para que seus cães e gatos não entrem em contato com plantas tóxicas ou as ingiram. Você sabia que existem várias espécies que podem fazer mal aos seus bichanos? Pra ajudar você a protegê-los, preparamos uma lista com as principais plantas e os sintomas que elas causam nos bichos. Confira:

  • Bico-de-papagaio: irritações na pele e nas mucosas, inchaço dos lábios, boca e língua, ardor e coceira. O contato com os olhos provoca ainda irritação, lacrimejamento, inchaço das pálpebras e alteração temporária da visão. Já a ingestão pode causar náuseas, vômitos e diarreia.
  • Comigo-ninguém-pode: planta facilmente encontrada em vários lugares pode causar edema nos lábios, língua e palato, cólicas abdominais, náuseas, vômitos e nos olhos lesão e irritação nas córneas.
  • Copo-de-leite: inchaço nos lábios, boca e língua, náuseas, vômito, diarreia, salivação intensa, dificuldade de deglutição e asfixia. Já o contato com os olhos pode provocar irritação.
  • Coroa de cristo: causa irritações na pele e na mucosa, inchaço nos lábios, boca e língua, ardor e coceira. O contato com os olhos provoca irritações e inchaço nas pálpebras. A ingestão pode causar também náuseas, vômito e diarreia.
  • Espirradeira: dor e queimação na boca, salivação, náuseas, vômitos intensos, cólicas abdominais, diarreia e alterações cardíacas são os sintomas causados por essa espécie.
  • Flor das Almas: a exposição a esta flor pode provocar náusea, vômitos, cólica abdominal, aumento do fígado e baço, hepatite aguda ou crônica.
  • Mamona: náuseas, vômito, cólicas abdominais e diarreia. E em casos mais graves até convulsões, coma e óbito.
  • Olho-de-Cabra: náuseas, vômitos, cólicas abdominais e diarreia. Os distúrbios gastrointestinais podem levar a desidratações seguidas por convulsões, choque e óbito.
  • Pinhão-roxo: náuseas, vômito, cólicas abdominais, dificuldade respiratória, arritmia e parada cardíaca.
  • Saia branca: boca e pele secas, taquicardia, dilatação das pupilas, agitação, alucinação e óbito.

Agora com as espécies identificadas você já sabe como proteger ainda mais seus bichanos. Entretanto, isso não impede que você cultive essas plantas, basta criar uma rede de proteção que impeça o acesso deles.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CAPTCHA *