5 tipos de cerca viva

5 tipos de cerca viva

Para delimitar espaços, para embelezar, para proteger ou dar privacidade. Cercas vivas possuem diferentes funções – e para cada uma delas existe uma espécie mais indicada. No post de hoje vamos apresentar cinco delas. Confira.

Piracanta: que tal uma cerca viva de cair o queixo? A Piracanta não é muito conhecida, mas é linda e bem resistente ao sol. Floresce a partir do começo da primavera e produz pequenos frutos que vão até o inverno. A altura natural máxima da planta é de 4 metros.

Pingo-de-ouro: é uma espécie de arbusto muito utilizada para paisagismo, por ter uma bela cor verde-limão e flores pequenas. É uma boa opção para delimitar áreas do jardim e pode ser cultivada em todo o país, pois suporta tanto temperaturas altas quanto baixas.

Hibisco: fácil de podar, o hibisco é uma espécie muito usada em cercas vivas, principalmente por causa de sua beleza!  Por ser resistente e de folhagem densa, também é utilizada como quebra-ventos.

Buxinho: é utilizado tanto pela beleza quanto pela funcionalidade e pode ser podado em diversas formas diferentes. Cresce bem em sol pleno e pode ser mantido tanto em estaturas pequenas como de até 5 metros.

Dracena: anti-pó e ruído, essa espécie se desenvolve melhor em sol pleno e pode chegar a 6 metros de altura. A manutenção é simples: podas anuais mantém a beleza do arbusto. A dracena também é chamada de Dama da Noite.

Já escolheu o seu preferido? Lembre-se de usar um podador STIHL para manter a forma e tamanho adequados das suas cercas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CAPTCHA *