Compostagem: transformar o lixo verde em ouro da natureza

Red_Wiggler_Worms_In_Compost_

Na semana passada demos algumas dicas de como preparar o seu jardim para a chegada da primavera – se você ainda não viu, clique aqui para conferir. Um dos conselhos é você limpar todos os galhos, detritos e folhas que estiverem pelo chão, gramado e canteiros. Sabe o que você pode fazer com esses resíduos? Compostagem! É sobre isso que vamos falar hoje. ;)

A compostagem é nada mais que uma reciclagem do que podemos chamar de “lixo verde”. Ou seja, os resíduos recolhidos do seu jardim podem se transformar em um excelente adubo ecológico, que vai fornecer mais nutrientes importantes para o solo do seu quintal. Confira abaixo alguns passos de como fazer compostagem doméstica e mãos à obra!

– O primeiro passo é escolher um recipiente para fazer a mistura. Pode ser desde um pote de sorvete vazio até um balde. Faça buracos na parte de baixo do recipiente – é por eles que sairá o chorume, líquido eliminado pelo material que está se decompondo.

– Embaixo desse primeiro recipiente deve estar outro para recolher o chorume. Pode ser uma bacia, por exemplo. Faça um calço com tijolinhos para que um recipiente não fique encostado no outro – o chorume precisa de um espaço para escorrer.

– Agora é hora de colocar os seus detritos no recipiente com furos no fundo. O processo deve ser feito em camadas, uma de nitrogênio para três de carbono. A camada de nitrogênio é composta pelo material úmido, como o lixo em si, cascas de frutas e restos de leite. Evite sobras de alimentos gordurosos ou temperados. Já a de carbono é matéria seca, como papel, casca de árvore e folhas secas. Pique todo o material em pedaços bem pequenos. A última camada deve ser seca.

– Depois de feito esse processo, o próximo passo é esperar. O ideal é não mexer na composteira nas primeiras duas semanas. Nessa primeira etapa ocorre a decomposição e o material pode atingir elevadas temperaturas. Passado isso, revolver o material se torna bem importante, para que a combinação receba oxigênio.

– É possível chegar ao final do processo em dois ou três meses. É quando a temperatura do composto se estabiliza e ela fica com cheiro de terra. Então é só usar para adubar suas plantas!

Mais explicações podem ser conferidas no site da revista Superinteressante. Clique aqui.

Até a próxima!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CAPTCHA *