Jardins suspensos

Plantas suspensas ganham o décor e possibilitam novos olhares às queridas plantinhas

jardins suspensos

Falta de espaço já deixou de ser desculpa para não se ter um jardim em casa. É possível usufruir de todos os benefícios das plantas e flores através de um jardim suspenso. Lembra-se daqueles vasos de samambaias, que eram suspensos do teto por correntes e que, aos poucos, foram perdendo espaço na decoração? Pois bem, eles voltaram! O termo em inglês é string plants, em tradução livre, plantas com cordas. Além de acomodarem as plantinhas, os arranjos imprimem personalidade ecológica ao ambiente, perfeitos para dar aquele toque de contemporaneidade revisitada à sua morada.   Ao levar às flores às alturas, você mantém o décor da sua casa clean e atrai os olhares para um lugar normalmente esquecido, o teto.

Confira nossas dicas para você entrar nessa onda:

Iluminação e ventilação: as plantas necessitam dos mesmos cuidados que qualquer outras. O local escolhido deve receber luz natural e ser bem ventilado. A circulação de ar no ambiente é fator de extrema importância e não pode ser esquecida.

Rega: opte por plantas que não precisem de rega abundante já que estarão em um local de difícil acesso. As suculentas e as samambaias são uma ótima pedida!

Cuidados: escolha espécies que de raízes mais superficiais como a peperômia (Peperômia scandens), dinheiro-em-penca (Callisia repens), lambari -roxo (Tradescantia zebrina), assim como as samambaias e as suculentas.

blog06

Mãos à obra!

Você irá precisar de:

– Musgo seco,

– 1 muda

– 1 pedaço de manta geotextil,

– 1 pedaço de nylon.

 O primeiro passo é separar o musgo seco em um recipiente e umedecê-lo. Em seguida, pegue a muda, retire o saquinho e comece a moldar a terra. Coloque a manta geotextil e um pouco de substrato, enrole a manta na muda e envolva com o musgo. Utilize o nylon para amarrar e pendurar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA *