Profissão: paisagista

Engana-se quem pensa que a profissão é nova. Descubra mais sobre esta profissão e aprenda a não confundi-la com jardinagem

blog05b

 O que faz: mais do que apenas a elaboração de jardins e praças, o paisagismo constitui uma técnica voltada para a criação de áreas paisagísticas. O paisagista serve-se de elementos de botânica, ecologia, mudanças climáticas de cada região e de estilos arquitetônicos para criar sua obra, que engloba a recriação, administração e manutenção de áreas livres, a fim de criar composições paisagísticas harmônicas e com apurado senso estético.

 Um pouco de história: desde 600 a.c. há registros de jardins pelo mundo. Talvez os mais famosos, os Jardins Suspensos da Babilônia datam desta época. Pérsia, Egito, Grécia e Roma também demonstravam amor às plantas em seus arranjos paisagísticos. Mas foi durante o Renascimento que a arte floresceu, dando origem às vilas ornamentadas e grandes praças exteriores. Desde então, os jardins dos castelos transformaram-se em mais do que apenas uma vaidade da realeza para enraizarem-se nos centros urbanos, levando a natureza dos campos para dentro dos muros das cidades.

Perfil do profissional: considerado o artista da natureza, precisa ser amante das artes e da natureza. Sensibilidade, visão, artística e de projeto, dinamismo e responsabilidade devem fazer parte da personalidade do profissional, já que ele será responsável pelo planejamento tanto de espaços públicos quanto privados.

 Muito importante é não confundir jardineiro com paisagista. Enquanto o primeiro trabalhará com o viés puramente visual do projeto, é o paisagista que irá participar de projetos de restauração e preservação, já que possui conhecimentos de desenho, botânica, agronomia e engenharia florestal.

Onde estudar: infelizmente, faltam cursos que preparam o profissional para exercer o ofício. Apenas a Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro oferece graduação em composição paisagística. Muitos profissionais que atuam na área, hoje, são arquitetos, engenheiros e até artistas plásticos.

blog05

O projeto de lei que regulamenta a profissão foi aprovado em 2013, mais ainda precisa ser analisado pela comissão de Desenvolvimento Urbano. Desta forma, haverá a necessidade de certificação para o paisagista que, caso não tenha curso superior na área, terá tempo-limite de cinco anos para formar-se na área.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA *