Cuidados para as rosas durarem mais

Vida longa as rosas

Se tem uma flor que além de bela, é uma das favoritas para presentes românticos, essa é a rosa. Além dos casais apaixonados, muitos jardineiros cultivam essa espécie, mas, no entanto, geralmente ela não sobrevive por muito tempo após ser podada. Essa situação pode ser revertida quando tomados alguns cuidados específicos que vamos lhe contar neste post. Confira:

Material
Use sempre a tesoura de poda para cortar a base das rosas. As tesouras comuns e facas serrilhadas danificam a planta durante o corte da haste, expondo a flor às bactérias. O corte na haste deve ser de 3 cm e de forma diagonal.

Vaso

Antes de colocar as flores, lave o vaso escolhido com água e detergente. O tipo de vaso mais indicado são os transparentes, pois eles permitem ver quando a água fica escura e precisa ser trocada.

Cuidados com a água

A água é um excelente local para o desenvolvimento de bactérias. Para evitar que elas se proliferem muito rápido, a dica é utilizar um conservante. O produto tem um alimento para as flores. A sujeira pode “entupir” o caule da rosa e comprometer a absorção.

Folhas

Não deixe as folhas das hastes em contato com a água. Elas também favorecem a proliferação das bactérias. Se for preciso, tire as folhas.

Conservantes

Nas floriculturas ou casas especializadas, é possível comprar conservantes próprios que já vêm com alimentos para as flores. Para usar basta seguir as instruções da embalagem.

Ambiente

Nunca deixe as flores próximas de frutas, pois elas soltam um gás chamado etileno, que é prejudicial, deixa as pétalas amareladas e envelhece a flor. Locais com vento e sol também não são indicados. Quanto à temperatura, as rosas duram mais quando expostas à temperaturas baixas, entre 10 ºC e 20 ºC.

Você conhecia esses segredos de manutenção?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA *