O doce sopro do mel, por João Kors

Tratar as abelhas, fortalecer a colmeia, coletar o mel, mudar as abelhas para o eucalipto. É assim que funciona o ciclo do mel, uma atividade na qual João Kors se dedica há mais de 40 anos, em Holambra (SP).

Sua história com a apicultura começou por acaso. Um dia, o irmão de João comprou um tonel de cachaça que acabou atraindo várias abelhas. Foi a oportunidade para ele se aproximar desses animais. Com incentivo da sua mãe, João começou a fazer cursos de apicultura e se apaixonou pela atividade.

Ele já foi para Holanda, Itália, França, Alemanha, Estados Unidos, Argentina, entre outros países, sempre procurando formas para melhorar o serviço e a produção de mel. E foi em uma dessas viagens que ele conheceu uma ferramenta que viria facilitar muito mais o trabalho. “Eu me lembro que antigamente tinha visto em uma revista nos Estados Unidos um soprador, e achei incrível. Facilita muito o trabalho de quem lida com a apicultura”, conta João.

Hoje, ele possui 300 colmeias em atividade e faz toda a produção. O dia a dia é corrido e a preocupação com o bem-estar das abelhas e qualidade do mel é grande. É por isso que João conta com o soprador a bateria STIHL BGA 56 para facilitar o seu trabalho. “Se não fosse ele, teríamos que usar mais fumaça para espantar as abelhas e tirar o mel no momento da colheita, o que aumenta o estresse do animal e pode afetar o sabor do produto final”, comenta João.

Em contrapartida, o novo equipamento utilizado apresenta baixo ruído e não emite gases, além de ser leve e fácil de operar. O soprador é uma boa alternativa para quem busca por melhores condições para a abelha e aumento de produtividade ao garantir mais mobilidade no processo de extração do mel, permitindo que o trabalhador faça mais em menos tempo.

Conheça mais sobre o soprador a bateria STIHL BGA 56 no site ou no ponto de venda STIHL mais próximo de você.

Gostou de conhecer a história do João e um pouco mais sobre a atuação do soprador a bateria na apicultura? Então se inscreva no canal da STIHL no YouTube para conhecer outras histórias. Se STIHL também faz parte da sua vida, não se esqueça de deixar um depoimento nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA *