Preocupação ambiental STIHL: manejo florestal sustentável

O Brasil tem hoje a segunda maior área de florestas do mundo, ficando atrás somente da Rússia. Cerca de 60% do território do País é coberto por florestas naturais e plantadas: são 485,8 milhões de hectares de florestas nativas (Avaliação dos Recursos Florestais – FRA, 2015) e 10 milhões de hectares de florestas plantadas (IBGE, 2017).

No entanto, é preciso utilizar esse potencial sem prejudicar o meio ambiente. O manejo florestal sustentável permite a exploração racional com técnicas de mínimo impacto ambiental sobre os elementos da natureza.

Conforme o Serviço Florestal Brasileiro, Manejo Florestal Sustentável é a administração da floresta para obtenção de benefícios econômicos, sociais e ambientais, respeitando-se os mecanismos de sustentação do ecossistema objeto do manejo e considerando-se, cumulativa ou alternativamente, a utilização de múltiplas espécies madeireiras, de múltiplos produtos e subprodutos não-madeireiros, bem como a utilização de outros bens e serviços florestais.

Manejo sustentável com STIHL

Para companhias florestais e prestadoras de serviço que atuam com corte e coleta de madeira, a STIHL oferece os produtos certos. São ferramentas de alta qualidade e praticidade para utilização no dia a dia, com alto desempenho e produtividade. E você sabia que as motosserras STIHL são indicadas para o manejo sustentável? Devido às características da máquina, o operador tem condições de derrubar somente árvores específicas na floresta.

Certa de que as florestas têm papel fundamental ao ecossistema global, a STIHL possui uma parceria com o Instituto Floresta Tropical (IFT), organização não governamental líder em técnicas de manejo florestal, que promove o manejo sustentável da floresta amazônica por meio de educação, pesquisa e programas de extensão.

Segundo o IFT, muitos empresários e comunidades empregam práticas inadequadas de exploração pela falta de conhecimento sobre os benefícios do manejo. Experimento conduzido em áreas florestais do IFT demonstrou, por exemplo, que as práticas de manejo florestal, além de trazerem maiores benefícios ecológicos e sociais, incluindo uma queda de 50% na quantidade de danos provocados à floresta, produzem madeira a um custo 12% menor do que a madeira produzida no sistema convencional.

Acompanhe a STIHL no Facebook para conferir mais novidades sobre a marca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA *