STIHL Brasil atua na produção de protetores faciais

A STIHL abraçou um projeto solidário que uniu universidade, empresas, sociedade e forças armadas para doação de proteções faciais. A iniciativa é do projeto GRU, formado por um grupo de professores, alunos e servidores técnico-administrativos voluntários da Escola de Engenharia e da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e parceiros.

A empresa, com sede em São Leopoldo (RS), produzirá 250 mil testeiras de plástico para a montagem dos Equipamentos de Proteção Individual. Deste número, mais de 20 mil já estão prontas. As testeiras, juntamente com o fixador e com a viseira, compõem o protetor facial (Faceshields), que serão doados para utilização pelos profissionais da área de segurança e saúde, que estão na linha de frente no combate à Covid-19.

O projeto iniciou no Rio Grande do Sul e ganhou escala, contribuindo também com outros estados, expandindo a relevância da iniciativa nacionalmente. Estão reunidos voluntários de diversos setores e áreas de atuação, com o propósito único de salvar vidas.

Além da produção dos componentes e doação de matéria-prima, o projeto do molde das máscaras foi desenvolvido internamente na STIHL pela área de Ferramentaria. O objetivo é finalizar a produção entre a metade de maio e o início de junho.

O compromisso da STIHL amplia-se, também, ao envio de unidades para estruturação em São Paulo (SP), apoiando o Projeto Gama (Grupo de Apoio aos Médicos e Agentes de Saúde), que por sua vez é responsável pela distribuição naquela região. Já no Rio Grande do Sul, as entregas serão realizadas pela Defesa Civil, conforme avaliação e definição do Gabinete de Crise do Governo do Estado.

Saiba mais acessando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA *